Terça-feira 29 Setembro 2020 - 9:23:35 am

O Banco Central dos EAU toma novas medidas ao abrigo do Plano de Apoio Económico Orientado


ABU DHABI, 8 de Agosto de 2020 (WAM) -- A Direcção do Banco Central dos EAU, CBUAE, aprovou medidas adicionais no âmbito do Esquema de Apoio Económico Orientado, TESS, lançado inicialmente em Março de 2020 para reforçar ainda mais a capacidade do sector bancário para apoiar a economia.

De acordo com um comunicado de imprensa emitido pelo banco na terça-feira, as medidas de suporte baseiam-se principalmente na reavaliação dos parâmetros atuais de dois indicadores de precaução: o Índice de Financiamento Líquido Estável, NSFR, e o Índice de Recursos Estáveis Avançados, ASRR, por meio de um abrandamento temporário dos requisitos de posição de liquidez estrutural dos bancos.

Trata-se de uma medida adicional que estimula os bancos a reforçar a implementação do TESS e a apoiar os seus clientes afectados de modo a superar as repercussões da pandemia de COVID-19.

As mudanças afectam o Rácio de Financiamento Estável Líquido que é obrigatório para os cinco maiores bancos dos EAU, e o Rácio de Adiantamento para Recursos Estáveis, que é aplicável a todos os outros bancos, incluindo sucursais estrangeiras.

O objectivo destes rácios é assegurar que os activos a longo prazo sejam financiados por recursos estáveis de financiamento. A flexibilização do NSFR e do ASRR proporcionará aos bancos uma maior flexibilidade na gestão dos seus balanços.

O tecto obrigatório será temporariamente flexibilizado em 10 pontos percentuais para ambos os rácios. Para o rácio NSFR, os bancos serão autorizados a descer abaixo do limiar de 100 por cento, mas não abaixo de 90 por cento.

Para o rácio ASRR, os bancos serão autorizados a subir acima do limiar de 100 por cento, mas não acima de 110 por cento. Estas medidas serão efectivas até 31 de Dezembro de 2021.

O CBUAE esclareceu também que para efeitos de cálculo do NSFR e do ASRR, o Mecanismo de Financiamento a Custo Zero CBUAE ao abrigo do programa TESS deverá ser tratado como um financiamento estável com um peso de 50%, independentemente do seu vencimento. O peso determina até que ponto as fontes de financiamento são consideradas como estáveis, a fim de serem elegíveis para financiar activos a longo prazo.

Referindo-se ao anúncio, Abdulhamid M. Saeed, Governador do Banco Central dos EAU, afirmou: "O abrandamento dos dois rácios de liquidez estrutural tem como objectivo facilitar ainda mais o fluxo de fundos dos bancos para a economia. Esta medida irá apoiar a implementação das medidas TESS já adoptadas no valor de AED256 mil milhões. A flexibilização temporária do NSFR e do ASRR irá complementar as outras medidas que a CBUAE tomou no âmbito do TESS para mitigar o impacto da pandemia da COVID-19 em empresas privadas, pequenas e médias empresas e indivíduos".

Traduzido por: Mohamed Eid Khedr.

http://wam.ae/en/details/1395302860989

WAM/Portuguese