Sábado 28 Maio 2022 - 12:31:32 pm

EAU interessados em aproveitar as oportunidades económicas de transição energética: Sultão Al Jaber


DUBAI, 17 de Janeiro de 2022 (WAM) -- Os Emirados Árabes Unidos (EAU) estão interessados em aproveitar as oportunidades económicas apresentadas pela transição energética, segundo o Dr. Sultan bin Ahmed Al Jaber, Ministro da Indústria e Tecnologia Avançada, Enviado Especial para as Alterações Climáticas e Presidente da Abu Dhabi Future Energy Company (Masdar).

O Dr. Al Jaber fez os comentários durante a cerimónia de abertura da Semana da Sustentabilidade de Abu Dhabi (ADSW) e a cerimónia de entrega do Prémio Zayed de Sustentabilidade na Expo 2020 Dubai, na presença de Sua Alteza Xeque Mohammed bin Rashid Al Maktoum, Vice-Presidente, Primeiro-Ministro e Governador do Dubai.

Ao proferir o discurso de abertura no primeiro grande evento global de sustentabilidade após a COP26 (a Conferência das Nações Unidas sobre o Clima), o Dr. Al Jaber apreciou o empenho da sábia liderança em garantir a segurança dos cidadãos, visitantes e residentes dos Emirados Árabes Unidos. "Graças aos esforços e visão da liderança, os EAU tornaram-se o país mais vacinado contra a COVID-19 no mundo, e também reforçámos a nossa resiliência ao mesmo tempo que estendemos uma mão amiga a mais de 135 países necessitados".

Falando ao vivo a uma audiência que incluía chefes de estado, ministros e decisores políticos, o Dr. Al Jaber continuou a detalhar como o Pai Fundador dos EAU, o falecido Sheikh Zayed, lançou as bases para a abordagem progressiva do país à mudança climática e sustentabilidade e explicou que o país está bem posicionado para capitalizar as oportunidades criadas pela transição energética.

"Enquanto os EAU celebram o seu Jubileu de Ouro, assistimos a 50 anos de incríveis progressos. O nosso pai fundador, Sheikh Zayed, investiu a riqueza de uma nação na saúde de uma nação. Ele equilibrou o desenvolvimento económico com a responsabilidade ambiental. Ele acreditava que a partilha tornava grandes nações boas e guiava os EAU a tornarem-se um dos principais doadores humanitários do mundo. E, mais do que isso, ensinou o povo desta nação a apontar para as estrelas, para que um dia explorássemos Marte, Vénus e mais além".

O Dr. Al Jaber observou que o mundo também foi transformado para melhor nos últimos 50 anos, mas isto levantou questões fundamentais sobre como continuar a avançar, ao mesmo tempo que voltava atrás no tempo em que o relógio sobre as emissões e como aumentar a prosperidade global.

"Encontrar as respostas a estas questões tem sido a missão da Semana da Sustentabilidade de Abu Dhabi e do Prémio Zayed de Sustentabilidade. Uma missão que se baseia na posição dos Emirados Árabes Unidos como pioneiro em energia limpa. Quando começámos a investir no espaço das energias renováveis há mais de 15 anos, a nossa liderança tinha uma teoria do futuro que se tem vindo a provar ao longo do tempo. Hoje, os EAU são o lar das maiores e mais baratas centrais solares do mundo".

O Dr. Al Jaber acrescentou: "Globalmente, vemos um futuro brilhante para o sector das energias renováveis, pois pelo menos 3 biliões de dólares serão investidos em energias renováveis ao longo dos próximos 10 anos. Através da Masdar, temos investido em projectos de energia solar e eólica em 40 países em todo o mundo. No mês passado, sob a direcção de Sua Alteza Xeque Mohamed bin Zayed Al Nahyan, Príncipe Herdeiro de Abu Dhabi e Comandante Supremo Adjunto das Forças Armadas dos EAU, três das maiores empresas de energia dos EAU celebraram uma parceria estratégica para consolidar a posição da Masdar e transformá-la num líder global no campo da energia limpa.

"Graças a esta parceria, a Masdar duplicou a sua capacidade total de energia renovável, e a nossa ambição é construir sobre estas bases sólidas e atingir 100 gigawatts, e depois duplicá-la para 200 gigawatts. Isto representa uma enorme oportunidade, e os EAU e a Masdar estendem um convite aberto a todos os nossos parceiros, públicos e privados, para se juntarem a nós nesta ambiciosa viagem. Este crescimento irá contribuir para criar oportunidades de emprego, novos sectores e competências, e abrir uma nova porta de esperança para as gerações presentes e futuras".

Sendo o primeiro país da região do Médio Oriente e Norte de África (MENA) a anunciar uma Iniciativa Estratégica Net Zero até 2050, os EAU estão a adoptar um caminho de baixo carbono para um destino de alto crescimento e estão interessados em acelerar o progresso nesta jornada como anfitriões da COP28, de acordo com o Dr. Al Jaber.

Expandindo a COP28, que deverá realizar-se em Abu Dhabi em 2023, o Dr. Al Jaber aproveitou a oportunidade para agradecer ao Presidente Moon Jae-in da República da Coreia e ao Grupo Ásia Pacífico pelo seu apoio na confirmação dos EAU como anfitriões. Prosseguiu, dando uma visão da abordagem dos EAU.

"Os EAU estão ansiosos por desempenhar o seu papel de anfitrião da COP28 e assumimos este papel com humildade e um sentido de grande orgulho e responsabilidade. Trabalharemos em estreita colaboração com as presidências da COP do Reino Unido e do Egipto e aproveitaremos o seu impulso. Adoptaremos uma abordagem prática, que passa das promessas à acção, centrada em soluções climáticas comercialmente viáveis.

"Daremos uma voz igual ao mundo em desenvolvimento, alinharemos os sectores público e privado, académicos e engenheiros, sociedade civil e indústria. E isso significa toda a indústria, incluindo a indústria dos hidrocarbonetos. Porque, se há uma coisa que a história de cada transição energética nos diz, é que levam o seu tempo. Não se pode simplesmente carregar num interruptor", salientou o Dr. Al Jaber.

"Para navegar com sucesso numa transição complexa para o sistema energético de amanhã, não podemos simplesmente desligar-nos do sistema energético de hoje". Temos de permanecer pragmáticos, sendo ao mesmo tempo progressivos. Devemos procurar as soluções onde a perícia energética existe. E devemos ter sempre presente que o nosso objectivo é conter as emissões, e não progredir".

Enquanto o mundo ainda precisa de petróleo e gás, os EAU estão empenhados em fazer com que o actual sistema energético funcione mais eficientemente com muito menos carbono, de acordo com o Dr. Al Jaber. Ele salientou que o ADNOC produz um dos hidrocarbonetos menos intensivos em carbono do mundo e, desde há 17 dias, 100% da energia da rede ADNOC provém agora de fontes de energia de carbono zero.

O Dr. Al Jaber acrescentou que esta é uma novidade para a indústria do petróleo e do gás e que está a reduzir as emissões à escala, moldando o mercado de energia limpa e dando uma contribuição directa para o impulso líquido zero dos EAU, não amanhã, mas hoje.

Concluindo as suas observações, o Dr. Al Jaber salientou a importância do Prémio Zayed de Sustentabilidade, o prémio global pioneiro dos EAU em sustentabilidade.

"Há cinquenta anos atrás, o Sheikh Zayed incutiu nos EAU um compromisso com o desenvolvimento inclusivo sustentável e humanitário que continua até aos dias de hoje. Em homenagem a este legado, o Prémio Zayed de Sustentabilidade ajudou a transformar este compromisso em acção concreta. O prémio não só contribuiu para a construção de um mundo melhor ao enfrentar desafios globais, como também envolveu a geração mais jovem na reimaginação do nosso futuro. Melhorou a vida de mais de 370 milhões de pessoas até à data em 150 países e a contar com isso. Este ano, recebemos um número recorde de 4000 participações em prémios. E estou realmente ansioso por ver como os finalistas e vencedores deste ano vão continuar a impulsionar o nosso futuro sustentável.

"Criar esse futuro é a razão pela qual estamos todos aqui reunidos neste local, neste momento. Compreendemos os desafios, mas sabemos que por detrás de cada desafio está uma oportunidade maior. Concentremo-nos no que é prático para produzir um progresso real. Usemos a mesma determinação que nos trouxe aqui hoje para impulsionar as soluções de amanhã. E no espírito da Expo, usemos o tempo que temos juntos para ligar as mentes e criar um futuro inclusivo e sustentável para todos".

Realizada anualmente desde 2008, a ADSW é uma plataforma global para acelerar o desenvolvimento sustentável global. Reúne uma fusão única de líderes mundiais, decisores políticos, especialistas da indústria, pioneiros tecnológicos, e a próxima geração de líderes em sustentabilidade. Esta edição de 2022 está a decorrer de 15 a 19 de Janeiro.

Trad. por Nadia Allim.

/wam.ae/en/details/1395303011888

WAM/Portuguese