Terça-feira 06 Dezembro 2022 - 5:16:39 am

Veja as notícias mais importantes da semana


- A ministra de Estado para a Cooperação Internacional, Reem bint Ibrahim Al Hashemy, afirmou que a inovação é necessária para fortalecer a atual ordem mundial e ajudar os países afetados por crises a desempenhar papéis construtivos na abordagem dos desafios globais no discurso feito na 77ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas.

O presidente dos Emirados Árabes Unidos, Mohamed bin Zayed, e o chanceler alemão, Olaf Scholz, testemunharam a assinatura de um novo Acordo de Segurança Energética e Acelerador Industrial, que irá acelerar projetos de interesse conjunto em termos de segurança energética, descarbonização e ação climática.

O porta-voz oficial da Autoridade Nacional de Gerenciamento de Crises de Emergência e Desastres, Dr. Saif Al Dhaheri, anunciou que os Emirados Árabes Unidos vão relaxar restrições impostas para combater a COVID-19 em todo o país. As orientações entram em vigor a partir de 28 de setembro.

A 24ª Exposição de Água, Energia, Tecnologia e Meio Ambiente e o Dubai Solar Show 2022 sediam 110 seminários especializados e painéis de discussão, conduzidos por uma série de especialistas de todo o mundo mundo, durante os três dias de exposição.

- Uma delegação da Agência de Notícias dos Emirados, WAM, assinou um acordo de cooperação com a Agência de Notícias de Omã, à margem da visita oficial de dois dias do presidente emiradense, Mohamed bin Zayed Al Nahyan, ao Sultanato de Omã.

- Rei Saudita nomeia o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman como primeiro-ministro.

G42, a empresa líder em inteligência artificial e computação em nuvem baseada nos Emirados Árabes Unidos, e o Ministério de Desenvolvimento Digital, Inovação e Indústria Aeroespacial do Governo da República do Cazaquistão, assinaram um Memorando de Entendimento para colaborar no uso governamental da análise de big data, computação em nuvem, inteligência artificial e outras tecnologias digitais

Missão Global, uma organização sem fins lucrativos sediada em Abu Dhabi, juntamente com parceiros globais, estabeleceu um fundo de US$ 17 bilhões para ajudar a alcançar as 17 Metas de Desenvolvimento Sustentável (SDGS, na sigla em inglês) das Nações Unidas em todo o mundo, disse um executivo sênior à Agência de Notícias dos Emirados (WAM).