Segunda-feira 05 Dezembro 2022 - 2:51:36 pm

Pesquisadora da Universidade dos Emirados Árabes Unidos mergulha na microbiologia e faz nova descoberta científica no país


AL AIN, 3 de outubro de 2022 (WAM) -- A mestranda Shamma Eisa Al Neyadi, do Departamento de Biologia da Faculdade de Ciências - Universidade dos Emirados Árabes Unidos (UAEU, na sigla em inglês) e uma equipe de pesquisadores e cientistas da universidade e centros internacionais de pesquisa científica , mais notavelmente a Academia Russa de Ciências, descobriram um novo tipo de crustáceo, Cladocera, após uma pesquisa de campo na área de Shuwaib Dam, nos Emirados Árabes Unidos.

Comentando sobre a descoberta, Al Neyadi disse que a 'camera lucida' é um dos dispositivos mais recentes nos laboratórios de hoje, que pode transferir o que vemos ao microscópio e desenhá-lo no papel. “A principal razão para usá-la é transferir uma imagem detalhada do organismo vivo ao microscópio, e um desenho preciso de todos os detalhes desse organismo microscópico, além de seu uso como evidência científica clara nos campos de pesquisa e científicos e mais precisamente do que a imagem microscópica comum”, falou.

Al Neyadi acrescentou que escolheu estudar o crustáceo Cladocera em particular, devido à falta de descobertas científicas por vários motivos, incluindo a falta de corpos de água doce, o clima do país e a falta de estudos no campo da fauna e flora de água doce e a maioria dos estudos se concentra na salinidade da água ou sustentabilidade

Ela observou que a visão futura para este campo é que, se descobertas científicas continuarem, um banco de dados nacional para os Emirados Árabes Unidos poderá ser construído, contendo todos os organismos crustáceos do país. "Se a maior atenção for dada, ele pode ser transformado de um projeto científico em um projeto econômico, especialmente porque os crustáceos podem ser usados ​​como alimento seguro e sustentável em projetos de pesca e piscicultura, como alimento marinho em um ambiente limpo e ambiente seguro."

Shamma Eisa Al Neyadi concluiu dizendo acreditar que essa diversidade, tanto terrestre quanto marinha, constitui parte essencial do patrimônio dos Emirados Árabes Unidos. "No entanto, animais ou crustáceos são ainda desconhecidos, principalmente em algumas regiões hidrográficas", lembrou.

https://wam.ae/en/details/1395303088912